Equipe do GEP vira ‘homem-placa’ para divulgar site no centro de SP

Data: 15/03/2016 - Categorias:
crédito Humberto Muller/Mariana Lima
Da esquerda para a direita, Vagner de Alencar, Anderson Meneses e Lucas Veloso | crédito Humberto Muller/Mariana Lima

Quase 9h, último dia 7 de março, rua Barão de Itapetininga, centro de São Paulo. Nós, da equipe do GEP (Guia de Emprego das Periferias), decidimos nos juntar às milhares de pessoas que percorrem, diariamente, essa via, considerada um dos locais mais famosos na busca de ofertas de vagas de emprego na capital paulista. O motivo: divulgar, presencialmente, o GEP, plataforma online e gratuita que permite buscar oportunidades de trabalho nas regiões periféricas da cidade de São Paulo e municípios vizinhos.

Para isso, nos “vestimos”, literalmente, de “homens-placa”, assim como os muitos profissionais que usam o próprio corpo para mostrar ofertas de emprego: de operador de telemarketing e porteiro à auxiliar de limpeza e enfermeira, entre outras.

Alaranjadas, as placas carregavam os dizeres “Temos vagas!”. Na ocasião, também distribuímos folhetos e conversamos com as pessoas que por lá passavam.

Foi o caso dos amigos João Santos, 18, e Bárbara Souza, 24, ambos moradores de São Mateus, bairro na zona leste da capital. Desempregados, os jovens não miravam uma ocupação de trabalho específica. Precisavam de uma oportunidade, seja qual fosse.

Santos interrompeu os estudos no último ano do ensino fundamental, enquanto Bárbara não conseguiu conciliar o antigo emprego com a escola, largando a sala de aula ainda no ensino médio. “Nós fomos numa agência que sempre tem emprego. Mas não tivemos sorte hoje”, lamentou Bárbara.

Também à procura de uma ocupação profissional, Nilton Pereira, 32, andava pela Barão de Itapetininga com os olhos fixados nos anúncios espalhados por toda parte, desde os homens-placa aos postes da movimentada rua. Também desempregado há alguns meses, o marceneiro, morador do extremo sul da cidade, guardou o folheto do GEP, prometendo, em seguida. “Vou pedir para minha filha me ajudar a entrar no site”.

No ar desde o dia 24 de fevereiro, o Guia de Emprego das Periferias já conta com mais de 200 vagas e quase 8 mil usuários cadastrados. A proposta é contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos moradores das periferias da capital e das regiões metropolitanas de São Paulo, permitindo com que as pessoas trabalhem perto de casa.

Aguarde-nos! Além da ação na região central, percorreremos outros bairros, sobretudo aqueles das zonas periféricas da cidade.

Veja mais fotos em nossa página no Facebook.