Série de reportagens escrita por jovens da periferia destaca o mercado de trabalho

Data: 13/05/2016 - Categorias:

Por Redação

Jovens que integram agências de notícias focadas na periferia como a Vozes da Vila Prudente e Periferia em Movimento realizaram uma série de reportagens sobre o universo do mercado de trabalho. Os temas transitaram desde a importância de se refletir sobre o trabalho na atualidade e entender os direitos trabalhistas quanto a alternativas profissionais ligadas à arte e tecnologia.

crédito: Mariana Lima
Ação realizada pelo GEP em março deste ano. crédito: Mariana Lima

A informalidade de trabalho foi um dos exemplos abordados na matéria “Uma reflexão sobre o trabalho e os dias de hoje”, escrita por Gloria Maria, 16, do Vozes da Vila Prudente. A jovem trouxe o exemplo dona Josefa, 50, moradora do Paraisópolis, na zona sul da capital, vendedora de café e bolo em frente ao estádio do Morumbi.  “Com toda essa crise está muito difícil arrumar um emprego formal. Antigamente havia uma facilidade de arrumar um trabalho de empregada doméstica , hoje não mais ”, contou a empreendedora.

Leia também: Donas do próprio negócio, mulheres de Mauá abrem lojas de doces a produtos africanos

Já na reportagem “De olho nos direitos trabalhistas”, a jovem jornalista Mariana Caires, 22, destacou a necessidade de manter-se sempre informado sobre o cumprimento dos direitos trabalhistas. Para explicar sobre o assunto, Mariana entrevistou o advogado Ribamar Machado, coordenador da Roda de Estudos Jurídicos do Centro de Arte e Promoção Social (CAPS). Segundo Machado, “é importante que o jovem vá à empresa antes, converse com seus funcionários e saiba sobre os direitos que a vaga assegura”.

Confira aqui todas as reportagens que compõe a série.